Buscar
  • Rede RM

Amanda Acosta, Fernanda Keulla e Mônica Salgado são as estrelas desta semana do projeto Viva Persona


A atriz e cantora Amanda Acosta, a apresentadora e ex-BBB Fernanda Keulla e a jornalista Mônica Salgado são os destaques desta semana do projeto Viva Personas, em que personalidades de várias áreas gravam vídeo contando uma história infantil para crianças e adolescentes internados em hospitais ou isolados em casa. Elas aceitaram o convite da Associação Viva e Deixe Viver ( vivaedeixeviver.org.br ) para participar da ação uma vez que, com a pandemia, foi preciso interromper a presença física de seus 1,3 mil voluntários da entidade em 86 hospitais do País. "O Beleleu", poema escolhido por Amanda Acosta, pode ser conferido no site Bisbilhoteca Viva (http://www.bisbilhotecaviva.org.br) desde segunda-feira (17). O texto foi escrito pelo jovem autor carioca Abhay Zukoski, que também já participou do projeto Viva Personas. Amanda Acosta estreou na década de 1980 no musical infantil Trem da Alegria e, mais tarde, ficou conhecida como "a moça do inglês", ao participar do programa "Inglês com Música", da TV Cultura. Como atriz obteve enorme sucesso em musicais como "My Fair Lady", "Bibi - Uma Vida em Musical" e "Carmen, a Grande Pequena Notável".

Já a partir de quarta-feira (19) será a vez de as crianças se surpreenderem com o vídeo da repórter e apresentadora Fernanda Keulla, que ganhou notoriedade em todo o país ao vencer o "BBB13". Na última edição do programa, ela atuou como apresentadora. Para o Viva Personas, Fernanda escolheu a história "A princesa e o Anel", das autoras Vânia Rita Lateri Benatti, Ana Lúcia Favero Monteiro Cerialle, Ligia Silva Leite Montagnani e Aline Cristina Barboza. E na sexta-feira (21), quem colabora com o projeto é a jornalista Mônica Salgado. Após quase 20 anos se dedicando para revistas de editorias do segmento de comportamento e moda, a jornalista decidiu se reinventar e mudar seu foco profissional. Hoje, ela é colunista, apresentadora e também influenciadora digital. Mônica contou a história "A Pessoa Estrela", obra escrita por Ricardo Valverde e Valdir Cimino, fundador da Viva e Deixe Viver. Tanto essa história quanto a outra narrada por Fernanda Keulla fazem parte do acervo de livros disponíveis no site Bisbilhoteca Viva.

Sobre o projeto - A idealização do Viva Personas começou quando o grupo de 1,3 mil voluntários da entidade se viu impedido de entrar em 86 hospitais espalhados pelo país para contar histórias às crianças e jovens internados. Essa atividade, que em agosto completa 23 anos, foi interrompida pela pandemia e as crianças, agora também isoladas em casa, ficaram ainda mais sozinhas. Para multiplicar o alcance da ação e transmitir carinho, afeto e esperança a todas as crianças e famílias brasileiras, os vídeos ficarão disponíveis por tempo indeterminado no site Bisbilhoteca Viva (www.bisbilhotecaviva.org.br).

Novidades toda semana - A lista de novas adesões ao Viva Personas não para de crescer e toda semana três novos vídeos são compartilhados no site Bisbilhoteca Viva. Além do site, uma boa maneira de acompanhar essa movimentação é pelo Instagram da Associação (@vivavdv). Para manter o vínculo com as crianças hospitalizadas, e que já estavam acostumadas com a presença dos contadores de histórias da Viva e Deixe Viver, a entidade utiliza o impulsionamento no Facebook e Instagram com uso do direcionamento das postagens por localização do endereço de todos os hospitais em que atua. E, para ser ainda mais inclusivo, os vídeos também contemplam linguagem em Libras.

Sobre a Associação Viva e Deixe Viver -Fundada em 1997, pelo paulistano Valdir Cimino, a Associação Viva e Deixe Viver (http://www.vivaedeixeviver.org.br) é uma Organização da Sociedade Civil (OSC) que conta com o apoio de voluntários que se dedicam a contar histórias para crianças e adolescentes hospitalizados, visando transformar a internação hospitalar num momento mais alegre, agradável e terapêutico, além de contribuir para a humanização da saúde, causa da entidade. Hoje, além dos 1.357 fazedores e contadores de histórias voluntários, que visitam regularmente 86 hospitais em todo o Brasil, a Associação conta com o apoio das empresas UOL, Volvo, Pfizer, Nadir Figueiredo, Safran, Mahle Metal Leve, Instituto Pensi e Instituto Helena Florisbal.




(matéria enviada)


4 visualizações

©2020 por Rede RM. Orgulhosamente criado com Wix.com