Buscar
  • Rede RM

ElClásico da moda: sucesso dentro e fora de campo

Clubes mais valiosos - e populares nas redes sociais - do futebol mundial, de acordo com ranking da Brand Finance, apostam na moda para expandir influência de suas marcas


Que o ElClásico, o grande duelo entre FC Barcelona e Real Madrid, é um evento global, muitos já sabem. Na manhã do último sábado (24), quando os dois clubes mediram forças pela sétima rodada da LaLiga Santander 2020/2021, cerca de 650 milhões de fãs em todo o mundo sintonizaram seus dispositivos para acompanhar o espetáculo - que, pela primeira vez, não contou com torcedores nas arquibancadas, por conta da pandemia.

A novidade fica por conta da aposta dos dois clubes, há certo tempo, na moda. Com resgate às tradições e uniformes tecnológicos, culés e merengues expandem suas marcas e se tornam casos de sucesso também fora de campo. Aliado a isso, é válido lembrar que os dois clubes lideram o ranking dos mais populares do mundo nas redes sociais. De acordo com levantamento feito pela RESULTS Sports, em janeiro de 2019, Real Madrid (1º) e FC Barcelona (2º) são os únicos que já ultrapassaram a marca de 240 milhões de seguidores, somando-se todas as plataformas digitais.

O Real Madrid, atual campeão espanhol, aproveitou isso para lançar seus novos kits para a temporada 2020/2021, com designs arrojados e simples criados para destacar o que torna o Real Madrid único: sua fome de vencer, nada menos do que isso. No branco icônico do Real Madrid, foi apresentado um gráfico tonal sutil na frente da camisa, enquanto o uniforme reserva inclui uma nova cor impressionante.

Ambos os projetos são minimalistas em sua estética. A camisa I apresenta detalhes em rosa - inspirados na camisa visitante da temporada 2014/2015 - emergindo das três listras e na gola da camisa. Esse detalhe sutil de contraste gráfico e vívido faz referência à cultura de arte contemporânea da vibrante capital espanhola. A camisa II, com detalhe em gola v, inclui detalhes em azul escuro contra uma nova cor "Rosa Primavera", inspirada em uma cidade iluminada à noite, quando a Plaza De Cibeles - um ícone da cidade, e ponto de comemoração dos torcedores - é a mais bonita.


Já a terceira camisa, revelada posteriormente, tem seu design ligado às raízes e tradições de Madrid. Com um desenho sutil em preto e cinza na frente, a camiseta é inspirada nas pinturas nos azulejos que enfeitam a cidade. Possui ainda tons de rosa (Spring Pink) no escudo, no nome do patrocinador e nas três listras nas laterais. Assim como os demais kits desta temporada, possui uma tecnologia inovadora, projetada para regular a temperatura e manter os jogadores refrescados durante as partidas.

"O Real Madrid é uma equipe única, com uma história única. Queríamos manter o design das camisas desta temporada ousado, mas simples, para refletir a expectativa que vem com o emblema, e isso é vencer a todo custo", disse Marco Ommicioli, designer de futebol da marca que veste o Real Madrid. "As camisas podem ter apenas 140 gramas de tecido, mas o peso da expectativa é muito maior. A pressão para executar, para vencer e para continuar escrevendo uma nova história nos fãs... essa pressão transforma bons jogadores em grandes, e grandes em ícones globais, assim como o design dessas camisas famosas", completou.

Assim como seu rival de Madrid, o Barça também recorreu à história para lançar seu novo uniforme. As cores azul e vermelha do FC Barcelona são famosas em todo o mundo e constituem uma parte importante e inconfundível da identidade do clube. Elas são refletidas até mesmo em um dos apelidos mais comuns do clube, Blaugrana: "blau" a palavra catalã para azul, "grana" a palavra para um vermelho profundo. Recuperando as listras nesta temporada, após um uniforme xadrez em 2019/2020.

E sendo bastante ousado no kit reserva, ou away, com o lema "As cores vêm de dentro". Afinal, trata-se de uma nova camisa preta, com detalhes em dourado, com um slogan que mostra que o coração dos torcedores é blaugrana, não importando o que esteja do lado de fora, com a camisa possuindo uma "ausência de cor". A camisa é predominantemente preta pela terceira vez na história do clube (em 2012 também foi o uniforme reserva, e em 2014 foi o terceiro kit). Agora, incorporando um acabamento dourado nas mangas e na gola, oferecendo um estilo contemporâneo e elegante. A bandeira, assim como no kit home, está localizada logo abaixo do pescoço, no verso da camisa. Outra característica distintiva é o emblema do clube bordado no peito, que será apenas dourado - assim como os logotipos do patrocinador.

Completando o kit, os shorts também serão pretos, com um número na coxa direita e o emblema do clube em ouro. As meias serão totalmente pretas, exceto 'Barça' e o logotipo da marca do fabricante no centro. Para a camisa e o short, foi usado poliéster 100% reciclado, obtido da reciclagem de garrafas plásticas derretidas para criar um fio fino. Este material permite um melhor desempenho e um impacto reduzido no meio ambiente.

MODA E FUTEBOL CAMINHAM LADO A LADO

Moda e futebol sempre estiveram ligados, mas agora estão mais juntos do que nunca. Cada vez mais jogadores de futebol estão prestando atenção às últimas tendências, enquanto alguns até têm suas próprias linhas de roupas. Obviamente que o ElClásico estaria presente nisso...

Isco Alarcón (Real Madrid) : Por falar no zagueiro espanhol, muitos jogadores do Real Madrid - do passado e do presente - se interessam por moda. E um dos atuais integrantes do time, que sempre está atento às novidades do mercado fashion é o meio-campista Isco Alarcón. Seu estilo é geralmente casual e ele costuma ser visto com roupas streetwear da empresa espanhola Noble Donkey. Dito isto, o espanhol também gosta de se vestir bem. "Para eventos especiais, gosto que meu estilo seja impecável", explicou certa vez em uma campanha com a Hugo Boss, uma das marcas com que trabalha. Vale destacar que Isco não está apenas interessado em roupas, já que ele até lançou sua própria fragrância em parceria com a Hero Sport - um empreendimento do qual ele disse ter muito orgulho.

Marcelo Vieira (Real Madrid) : Ainda no clube da capital, temos o único brasileiro desta lista (dando continuidade à fama de Daniel Alves fora dos campos): o lateral Marcelo Vieira. O jogador, sempre que pode, aproveita as folgas para estreitar os laços com o mundo da moda. Em 2019, por exemplo, foi apresentado como garoto-propaganda e embaixador da Oakley, lançando também uma coleção de sandálias pela Kenner. O jogador já chegou a revelar que pretende ter uma carreira fashion quando se aposentar dos gramados. "Penso em ter uma marca própria. Já estou caminhando para isso. Pretendo fazer de um tudo: roupas, sapatos. Minha ideia é fazer uma coleção com a cara da rua, bem confortável". Em entrevista à ELA, do O Globo, Marcelo disse já ter se acostumado com essa rotina. "Já fiz algumas fotos para marcas, como Adidas, Oakley e Kenner, e chega uma hora em que a gente aprende e fica um pouco mais fácil". Ele disse, também, diz que é sempre importante estar 'apresentável' para a câmera.

Antoine Griezmann (FC Barcelona) : Poucos jogadores usam tantos looks diferentes ao longo de uma temporada quanto Antoine Griezmann. Seja seu cabelo, roupas ou sapatos, o francês está sempre experimentando e muitas vezes se tornando viral. "É uma questão de autoconfiança", explicou Landry Agres, cabeleireiro pessoal de Griezmann, em uma entrevista para a publicação francesa L'Équipe. "Quando os jogadores estão em campo, todos usam a mesma camisa, por isso, se querem se destacar, tem que ser pelo estilo do cabelo". Griezmann não adora apenas experimentar novos looks para si mesmo, já que o francês também foi visto na Madrid Fashion Week, curtindo as festividades e talvez se inspirando na passarela.

Gerard Piqué (Barcelona) : Continuando em Barcelona… Gerard Piqué definiu seu senso de moda como sendo moderno e elegante ao mesmo tempo. Ele sempre teve orgulho de sua aparência, uma vez admitindo em entrevista que costumava discutir com sua mãe porque não gostava de algumas das peças de roupa que ela comprava para ele. Quando começou a fazer compras para si mesmo, na adolescência, o primeiro item que comprou foi uma camisa polo Ralph Lauren. Hoje em dia, é visto com frequência com trajes mango, já que é um dos modelos da confecção espanhola - uma das marcas mais conhecidas do país e do mundo. O defensor-central do Barcelona não é estranho às sessões de fotografia de moda e disse que gosta de participar delas.

REAL E BARÇA NO TOPO DO FUTEBOL MUNDIAL

Os dois clubes mais valiosos do futebol mundial jogam na LaLiga, de acordo com o relatório 2020 Brand Finance Football. Pelo segundo ano consecutivo, o Real Madrid lidera o caminho como a marca de clubes de futebol mais valiosa do mundo, seguido - agora - de perto pelo FC Barcelona, ​​que ultrapassou o Manchester United e passou do terceiro na edição de 2019 para o segundo no ranking deste ano.

De acordo com este estudo da prestigiada empresa de consultoria Brand Finance, a marca do Real Madrid está avaliada em 1,419 bilhão de euros, com apenas 6 milhões de euros a mais que o FC Barcelona - atual segundo colocado, com 1,413 bilhão de euros. Em seguida, há uma queda considerável para o resto dos cinco primeiros, com Manchester United em terceiro lugar (1,315 bilhão), Liverpool em quarto lugar (1,226 bilhão) e Manchester City em quinto (1,124 bilhão).

Além de calcular o valor da marca, o relatório também avalia a força da mesma - atribuindo a cada clube de futebol uma pontuação de 'Brand Strength Index', até 100, com base em métricas como investimento em marketing, patrimônio das partes interessadas e desempenho dos negócios. Neste quesito, o Real Madrid também lidera com 94,9 pontos, enquanto o FC Barcelona chega novamente em segundo com 93,6 pontos.

Para ter acesso ao ranking da Brand Finance Football Annual 2020, clique aqui !

Não é só Futebol. É LaLiga.







(materia enviada)


3 visualizações0 comentário

©2020 por Rede RM. Orgulhosamente criado com Wix.com